quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Baseado em fatos reais.

Ainda lembro-me dos meus dias e noites com aquela minha turma, aquela gangue como nos definiam rs’ foi o capitulo mais importante da minha vida, eu descobri um lado da vida que jamais pensei conhecer. Realidade cruel. Um lado onde ser rico é roubar, traficar, onde os ladrões são os fardados de botas pretas. É aquela coisa, só quem vive sabe e eu aprendi a nunca mais julgar ninguém. Aprendi também como é ser protegida, sempre, como for. Pena que a vida foi mais dura e não puderam me proteger quando um assalto virou estupro. E eu vivi outro capítulo da minha vida. A garota protegida e vivida da turma virou uma medrosa, amedrontada, depressiva e sozinha. A minha turma, por quem eu fui julgada, por quem eu provei minha mais lealdade não estavam comigo, não me protegeram, como me enganei. E eu pensava que era uma garota frustrada pela infância agitada de violência familiar, mais o que sabe uma menina não é? Mais eu era forte, sempre fui forte, passei fácil por isso, só foram dois meses passando por analistas e tomando remédios, eu já comecei a dormir no meu quarto sozinha de novo o/ com abajur claro, não posso me livrar dos pesadelos e tenho que conseguir enxergar meus peixes quando abrir os olhos e vir que era só mais um sonho... Claro que a igreja me acolheu bastante, fiquei famosa, todo mundo era carinhoso e atencioso comigo, só durou umas semanas e eu descobri o que era sentir pena. Senti falta quando vi a alegria das pessoas na igreja e lembrei quando minha mãe falou que eu fui violentada porque estava afastado de Deus, trágico castigo não?! Era bom quando eu fazia parte da igreja, adorava dançar e sentir aquela coisa estranha que dizem ser o Espírito de Deus. Faz tempo, nem sei mais se era real... Eu não era mais dalí, agora eu era uma pessoa suja e cruel. Eu fiz muito cara me chamar de gostosa sem eu precisar fazer nada do mesmo jeito que aquele cara de capacete me chamava, sem eu fazer nada! E eu me sentia bem em não conseguir gostar de ninguém, iludir, pisar. Com o tempo a gente cresce e evolui, eu evoluí bastante, o meu modo de curtir as farras. Bom, eu acho que evoluí pelo menos as partes que eulembro. Eu queria ser melhor, mais será que é destino não ser ninguém? Sou uma pessoa boa, juro, eu gosto de sorrir, dançar no meu ritmo enquanto eu canto super desafinada, gosto de ajudar as pessoas, de animais e faço de tudo para contribuir na felicidade das pessoas que eu amo. Fico feliz de ver minhas amigas hoje, casadas, com filhos e felizes, uma família como chamam não é? Tenho uma concepção do que seja mais eu aprendi outra coisa. Definitivamente não é baseada em traição, abusos, violência, e vai além do papel. Sabe, aquele carinho um do outro, respeito, sem tentativas de assassinatos ou um nariz quebrado, um olho roxo, eu acho que é querer ta perto, falar a verdade, sem medo de ser feliz. É, deve ser bem legal (: Quero estudar! Ser alguém que preste, cansei desse capítulo da minha vida, a gente sente quando chega ao fundo do poço, acho que é na hora que fico chorando no chuveiro me sentindo um lixo, vazia, e é quando eu me sinto e lembro como era bom sentir algo que eu nunca toquei nem vi, mais era bom, não doía como dói hoje, dizem que é sentir paz! Aquela que Deus nos dá :/ Será que se eu procurar no achados e perdidos pego de volta? Vontade de virar a página, pra aquela que tem um Fim e fecha o livro. Tudo ia acabar, seria bom... será que iam sentir saudades de mim como eu sinto dele? Eu iria deixar uma carta antes, não ia fazer que nem ele que não deixou nada antes de tomar o veneno. Mais então eu ouço aquelas músicas chatas de sempre da minha mãe de não desista, comece de novo, Jesus faz de novo etc.. mais de novo?

Algumas coisas simplesmente não são, eu aprendi a aceitar a vida como ela é. Bom, não custa tentar, vou ter uma conversinha com Jesus, procurar a paz que dizem, ver se ainda tenho jeito, se essa minha alma pode ser limpa e parar de doer enquanto eu choro. Espera aí, minha vida é ótima, bacana mesmo, eu sou super legal, brincalhona, trabalho, tenho uma amiga que mora longe e uma que tenta sempre me entender. Tem muita gente que eu amo, tenho uma sobrinha que é meu sorriso mais sincero, meu PC pra fazer do resto das minhas horas menos inúteis e uma família! Bom, a gente sempre finge que nada aconteceu e ninguém fica triste, eles ‘brigam’ quando não estamos em harmonia então isso conta ué; afinal, ninguém precisa saber o que sinto não?! A vida continua...

A fé que eu tenho naquele lá de cima me dá forças não sei de onde com uma vontade não sei porque de sorrir, chorar, gritar, lutar pelo que quero e correr atrás dessa tão esperada felicidade, aquela vontade de viver, em todos seus sentidos e intensidades.


(:

7 comentários:

Cabeça Feminina disse...

minha querida, desculpe-me pela demoraa, mas enfimm estou aqui.

mt obrigada pelo carinho e colaboração com o Cabeça Feminina. Já coloquei o seu banner la =).

Volte qnts vzs quiser, pois sempre serah mt bm vinda!!

boa noitee

bjaoooo

http://cabecafeminina.blogspot.com

Marcos Rosa disse...

É sweet, parece que vc já passou por maus bocados, é duro superar alguns traumas, ás vezes leva muito tempo, mas o importante é não nos culparmos, não levarmos este peso nos ombros. E, pelo que vc escreve, está indo bem, busque sua felicidade, e das pessoas próximas e queridas, sempre com respeito aos limites dos outros, quando vc menos perceber estará mergulhada em uma situação que fará você dizer: "ah, não poderia estar melhor"
Forte abraço.


-----
http://algunsfilmes.blogspot.com/

Bicho Grilo disse...

Adoreiii, seu blog...
conteudo nota 10000
O que acha de fazer uma parceria comigo?
bjos xau

Daniel Coelho disse...

Texto bastante intenso. Um pouco difícil de ler, porém, por causa do ritmo frenético. Talvez se você trabalhasse um pouco a pontuação, ficaria ainda melhor.

Parabéns pelo seu trabalho aqui. Seguindo! =]

Thiago Ferraro disse...

http://osarcasmonossodecadadia.blogspot.com/2011/02/blog-post.html

gosto de como escreve

Fashion Nicotine disse...

Cool pictures!

Karla Hack dos Santos disse...

A vida nos dá certas rasteiras e cabe a cada um saber e ter a coragem de levantar!

Sucesso!

;D

Postar um comentário